Resenha: Kazoku Game (J-Drama)

Sempre estarei fazendo resenhas dos Dramas que eu assistir, mas como eu não estou assistindo nada por agora devido ao fim do semestre, provas e trabalhos, estarei fazendo de alguns dos muitos dramas que tenho assistido ao longo da minha vida doramática- hehe. Bom, e o dorama da vez é o Kazoku Game! Sim, um dos melhores doramas de 2013 e muito bem visto pela critica, pelo publico e é claro, por mim. Vamos ao que interessa!





Título: Kazoku Game / 家族ゲーム
Gênero: Drama, Família, Cotidiano, Psicológico e Escolar.
Episódios: 10 (46 min.)
Ano: 2013
Nota: 10/10










Sinópse: A história gira em torno de um tutor particular excêntrico chamado Yoshimoto, que é contratado para ensinar o segundo filho da família Numata. Apesar de ser perturbado e perseguido pelo tutor estranho e não convencional, o estudante medíocre e sua família, gradualmente, começam a mudar, mas ao contrário do que parece inicialmente, existe muita coisa além disso.
Kazoku Game é originalmente, um filme de humor negro de 1983. Recebeu vários prêmios e foi considerado pela critica especializada, o melhor filme do seu ano de lançamento. Além disso, foi eleito pela New York Times como um dos 1000 melhores filmes de todos os tempos.
A de  versão 2013 contará com alguns problemas modernos, como o bullying e abandono escolar.

Só pela sinópse já vemos que o filme é uma ótima opção pra quem quer fugir um pouco de gêneros mais comuns como o romance, e que adoram um pouco de drama e temas psicológicos. Sim, eu me encaixo perfeitamente nesse quesito. Troco facilmente um drama meloso de romance por uma série que envolve o psicológico. Claro né, comédia e amizade são meus outros temas favoritos. Okay, parei de falar de mim lol.

Como de costume, vamos falar um pouco sobre os personagens principais. Vou realmente me esforçar pra não dar spoiler, mas como gosto de falar bem sobre os personagens, não garanto muito. Se você não quer correr esse risco, talvez seja melhor passar por aqui depois de assistir o dorama hehe. Sim, você vai assistir porque ele é muito bom! :P

Sakurai Sho, ops, Yoshimoto sensei sendo lindo :B

Yoshimoto Kouya (Sakurai Sho) é um professor particular contratado pela família Numata para ensinar e ajudar seu filho mais novo, Shigeyuki, a voltar a estudar. No começo parece um mar de rosas e até duvidam da capacidade do Sensei, mas depois ele começa a tomar medidas bastante perturbadoras e até maltratar o menino. Quando esse método começa a funcionar ele decide também a "educar" o filho mais velho, Shinichi.
Cast principal.

Numata Shigeyuki (Uragami Seichu) é um estudante medíocre de uma escola cara. Seus pais querem que ele entre na mesma escola do filho mais velho, mas o menor se recusa a estudar, ir para a escola e até mesmo sair de seu quarto. No começo ele é apresentado como um adolescente revoltado, e por muitas vezes é esquecido pela família. Depois nos é mostrado que o motivo que não ia a escola era porque sofria bullying e foi abandonado por seus amigos.

Namata Shinichi (Kamiki Ryunosuke) é o irmão mais velho de Shigeyuki e estuda na mais renomada escola de ensino médio da região. É sempre calmo e suas notas são altas. O filho perfeito para seus pais, recebendo assim, toda a atenção da família. Porém, ao decorrer do dorama vemos que não é exatamente assim. Podemos dizer que ele é um ponto fundamental para o desenrolar do Drama.

Namata Kayoko (Suzuki Honami) é a mãe desses dois garotos e é casada com Kazushige. É vista como a mãe perfeita na vizinhança. Tem uma família perfeita, marido, e uma das melhores casa da região. Isso é o que todos pensam, mas o que eles não sabem é que na verdade ela só liga para as aparências e sobre o que suas amigas vão dizer.

Numata Kazushige (Itao Isuji) é o pai e chefe da família Numata. Assim como os outros personagens ele aparenta ser uma pessoa perfeita que vive uma vida perfeita e trabalha e chefia em um lugar perfeito. Vive esbanjando arrogância para com seus colegas de trabalho e subordinados. Logo depois da entrada do Sensei, descobrimos que ele tinha uma amante e logo perde seu emprego, revelando-se assim seu verdadeiro e fracassado eu.

Asami Maika (Kutsuna Shiori) é uma bela mulher e amante do Kazushige. No começo aparenta ser apenas uma personagem mas não é só isso. Também é importante no drama.

Isso é meio frustrante, risos. Sim, porque tem tanta coisa que você quer contar e personagens pra falar, mas não posso. Isso seria um spoiler dos grandes e acabaria por estragar a sensação de querer descobrir mais e mais do dorama e não conseguir parar de assistir, o que aconteceu comigo, hehe.

Bom, pra falar a verdade, assisti mais por que todo mundo estava comentando dele e e claro, tinha o Sakurai Sho (sim, ele faz parte da minha lista de biases lol). Logo que terminei de assistir o primeiro capitulo fiquei pensando se deveria continuar naquela mesma hora, ou assistir no dia seguinte (mesmo já tendo certeza que iria terminá-lo). Optei por assistir logo em seguida ai já era. Quase virei a noite e terminei de assistir logo no dia seguinte. 



Por apresentar características não muito comuns em dramas que eu havia assistido até então, não pensei que iria gostar tanto assim, mas o que ocorreu foi o efeito contrário. Cada episódio que passava eu ficava intrigada com algo e queria assistir o próximo o mais rápido possível.

Ele começa como um tipico dorama que, por causa de uma pessoa, todos em sua voltam mudam, mas começei a ver que não era tão normal assim. Os métodos usados pelo Sensei eram absurdos. Desde agressões psicológicas até físicas.  Os pais até tentaram demiti-lo, mas antes ele fez o Kazushige assinar um contrato sem lê-lo, e se fosse demiti-lo, teriam que pagar uma fortuna.



Apesar disso, logo ele conseguiu conquistar a confiança de todos os membros da família Numata, exceto pelo filho mais velho, que já começava a desconfiar que havia algo por trás desse professor nada convencional. Quando achávamos que já sabíamos de tudo, descobríamos que na verdade não sabíamos de nada. Na verdade, passei o dorama todo me perguntando o que realmente estava acontecendo, me perguntando se isso realmente era certo ou não.

Isso não é um boneco de vodoo como minha mãe pensou, okay? lol

Vou confessar que alguns fleshbacks eram meio que assustadores. E aquele bonequinho que ele carregava cheio de sangue? Credo, hehe. Mas apesar disso tudo e de tudo que ele fez, eu não o via como um vilão. Andando pelos sites, vi muita gente falando que antes de entender tudo, achava que ele era um vilão e que não gostava dele. Eu achava o contrário, mesmo quando não sabia de nada sobre ele e ele parecia suspeito, eu só queria que tudo desse certo de acordo com o plano dele. Vejo ele mais como um héroi aspirante a anti-héroi, o que acho que ele não conseguiria ser. Ou eu estou sendo apesar biased lol.

Yoshimoto sensei chantageando Sinichi lol


           
Momento feliz do sensei haha

Momentos hilários do pai e do Yoshimoto na sauna.

O Sensei próprio era meio psicopata. Ao mesmo tempo que ele gritava e agredia as pessoas, ele estava lá no jardim pela manhã, se exercitando com uma musiquinha feliz. As vezes chegava até ser hilário. As expressões que ele fazia e o jeito de andar eram os melhores. Seu hobby era tirar fotos escondidas dos membros da familia lol. E as cenas da saúna? haha, sem comentários! Outra coisa que marcava o Yoshimoto sensei era sua famosa frase: "Iih, né?!". Ele falava isso pelo menos dez vezes em cada episódio.


As atuações foram perfeitas. Sakurai Sho fez um esplêndido trabalho, apesar de todos falarem que idols não sabem atuar bem. Depois disso, assisti The Quiz Show justamente por causa da atuação dele em Kazoku Game e por ser com a temática psicológica também, adorei. Kamiki também merece ser lembrado. Alías, todos do cast principal. Até mesmo o Oshinari Shugo (no qual o personagem eu não falei aqui para não dar spoiler) merece meu respeito. No dorama Yamada Tarou, na qual ele e o Sho participaram, ele estava tão idiota e ilário que nem acreditei quando me vi querendo socá-lo nesse dorama. Amei tudo, tanto é que já assisti duas vezes e não ligo em assistir uma terceira.

Bom, pra mim o dorama foi ótimo. Enquanto eu assistia o final do dorama pensei: "Ah, agora tudo faz sentido!" Cara, tudo se encaixou perfeitamente. Mas a história que está por trás de tudo isso é trágica e triste. Não contarei mais nada.

Depois que acabou fiquei pensando, e agora, o que faço? hehe. Apesar de tudo que foi contado, nos minutos finais, o último "Iih né!?" dele, me deixou uma sensação estranha. Não posso falar que tipo de sensação lol só quem já assistiu sabe. Mas enfim... lol



Filosofando...

Recomendo muito esse dorama. Apesar de todas as coisas mostradas, ele também nos deixa uma lição da importância de uma família estruturada e também nós, como indivíduos, como parte da sociedade.

Já assistiram? Também acharam doido? E quem não assistiu, pretende? :)

Até mais!

Assista legendado em português:
Sora ~D Fansub

 photo ks_zps08006ea3.png

4 comentários:

  1. Olá já assisti esse dorama e adorei, é meio chocante, e o Sho tá bem doidão rsss, mas ele me conquistou com sua atuação nesse drama. a história aborda bem o que muitas famílias japonesas devem enfrentar na realidade, para quem ainda não assistiu eu tbm recomendo!!:D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! E é uma ótima indicação pra quem quer assistir uma boa atuação juntamente com uma história envolvente :)
      Obrigada pelo comentário!
      Beijão :3

      Excluir
  2. Dorama muito bom, devo confessar que não sou muito fã do Sakurai Sho, mas nesse dorama ele conseguiu me surpreender, havia momentos em que seu personagem ficava triste, alegre, assustador, amigável e irônico, fiquei o dorama inteiro indeciso se ele realmente era uma pessoa boa ou ruim. Recomendíssimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também não era muito fã do Sakurai e aconteceu a mesma coisa comigo! Acho que depende muito do desenvolvimento do roteiro/direção também, e esse não preciso comentar que é ótimo! Pois é... também fiquei curiosa de saber o que realmente estava acontecendo, mas mesmo depois que ficamos sabendo no final, ele ainda nos deixa com uma sensação de dúvida! haha ótimo!!
      Obrigada pelo comentário :)

      Excluir